BLOG

Você está em: Início / BLOG / Oxford cria teste de proficiência em inglês que será aplicado no Brasil VOLTAR
Oxford cria teste de proficiência em inglês que será aplicado no Brasil

Oxford cria teste de proficiência em inglês que será aplicado no Brasil

11/07/2016

Exame estará disponível a partir do dia 1º de maio.
Avaliação 100% on-line mede nível de conhecimento em inglês.

A Universidade Oxford, do Reino Unido, vai lançar no Brasil o teste de proficiência Oxford Test of English, a partir do dia 1º de maio. A taxa custará em torno de R$ 190,00.

O Oxford Test of English é um teste que avalia a proficiência do aluno no idioma em suas quatro habilidades (ouvir, falar ler e escrever) em duas horas e se adapta automaticamente a partir de erros e acertos. Exames deste gênero podem ser cobrados por instituições de ensino durante o processo de disputa de vagas, empregadores, entre outras situações que exigem a comprovação do nível de conhecimento em inglês.

Brasil perde oportunidades por falta de domínio do inglês, diz especialista
O teste será feito 100% on-line pelos centros aplicadores, que podem ser universidades e colégios credenciados. Ainda não se sabe quantos eles serão nem onde estarão localizados no Brasil porque as instituições ainda estão em fase de avaliação para serem aprovadas. O teste será oferecido durante todo o ano, mediante agendamento com dez dias de antecedência. O resultado será divulgado dez dias após a realização e não haverá data de validade.

"O exame de Oxford não vai servir apenas para fins acadêmicos, ele afere o nível de proficiência, vai a fundo nas competências linguísticas, é mais amplo e genérico", diz Mônica Pacheco, coordenadora de serviços educacionais da Oxford University Press. Segundo ela, existe uma movimentação para quando a avaliação estiver completamente implementada, em todos os níveis, passe a ser reconhecida pelas universidades no processo de seleção dos candidatos.

Atualmente, os exames de proficiência em inglês de maior prestígio, e aceitos pelo maior número de instituições, são o Test of English as a Foreign Language (Toefl), o International English Language Testing System (Ielts) e o Certificate of Proficiency in English (CPE).

O Toefl é um dos exames de proficiência em inglês mais conhecidos no Brasil e no mundo. Ele já foi administrado mais de 20 milhões de vezes desde sua criação, em 1964. O Toefl é desenvolvido pela ETS, uma instituição sem fins lucrativos dos Estados Unidos dedicada à pesquisa e testes educacionais.

No Brasil, o Toefl é aplicado com uma frequência de duas e três vezes por mês. Não há prazo para a inscrição, mas é recomendável se inscrever com cerca de um mês e meio de antecedência. Segundo a ETS, o resultado é divulgado cerca de 15 dias úteis após a realização do teste.

O International English Language Testing System (Ielts) existe desde 1989 e serve para testar a real habilidade de comunicação em inglês de um candidato por meio de quatro habilidades linguísticas com contexto real.

O Ielts não reprova nem aprova quem faz o exame. A nota varia de 0 a 9 e cada instituição determina a nota mínima exigida de seus candidatos. O Ielts não tem validade, porém, a maioria das instituições segue a recomendação de aceitar apenas exames realizados até dois anos antes da seleção.

O Certificate of Proficiency in English (CPE) é um exame do Cambridge que, além de ser usado para fins acadêmicos, como o Ielts, também é requisitado na área profissional.

O formato atual da prova contém quatro tarefas distintas: leitura e uso do inglês (90 minutos), escrita (90 minutos), compreensão auditiva (40 minutos) e conversação (prova de 16 minutos feita em duplas ou trios).

São aprovados os candidatos que acertarem 60% das questões. O certificado do CPE não tem validade, mas algumas instituições podem rejeitar resultados muito antigos.

Conheça mais sobre os Cursos de Inglês da TERRA Cursos, onde o material e a metodologia utilizada é da OXFORD University.

Matéria da GLOBO.

GALERIA DE VÍDEOS